Palheiros da Tocha : Praia da Tocha

Por

Se quiser conhecer durante uma estadia em Portugal, uma praia de pescadores, situada entre a cidade do Porto e Lisboa, aconselho a Praia da Tocha. A Tocha é uma freguesia com 4000 pessoas, fazendo parte do concelho de Cantanhede, onde fica a praia de que vos vou falar hoje, a Praia da Tocha, com os seus palheiros, que serviam de moradias provisórias e de arrecadação aos pescadores. A praia chamava-se inicialmente “Palheiros da Tocha“, e não era mais do que uma aldeia de pescadores. Quando se descobriu as grandes potencialidades turísticas deste lugar, foi decidido dar-lhe um novo nome, mais apelativo, a “Praia da Tocha”.

Dunas de areia
Dunas de areia

Os palheiros são casas típicas desta região, casas com fundações de betão, telhado com telhas, mas com paredes de madeira. Eram casas de pescadores, e estas construções eram, ao que parece, perfeitas para eles. Esta praia dos “Palheiros da Tocha” não era mais no inicio do século XIX, um conjunto de dunas de areia, frente ao mar. Com a chegada dos pescadores, vindos do norte do país à procura de novos sítios para pescarem, os palheiros nasceram. Simples barracas no inicio, construções provisórias durante o tempo de pesca, transformaram-se em autênticas moradias com o tempo. Mas o nome mesmo deste tipo de casas evoca bem esta precariedade primitiva: “palheiros”, onde se guarda a palha. Estas casas cheiram bem à resina, sendo a madeira de pinho, uma árvore muito comum na região, coberta de pinhais. Ainda a pouco tempo, alguns anos, ouvia-se o som muito característico do búzio, no qual se assoprava às 6 ou 7 da manhã para chamar os pescadores para o trabalho.

A praia é muito limpa
A praia é muito limpa
Antigo palheiro, com as suas paredes de madeira e o seu telhado encarnado
Antigo palheiro, com as suas paredes de madeira e o seu telhado encarnado
Mercado na praia, construído nas regras da arquitetura local
Mercado na praia, construído nas regras da arquitetura local
Mercado da aldeia dos Palheiros da Tocha
Mercado da aldeia dos Palheiros da Tocha
Recordações da Praia da Tocha
Recordações da Praia da Tocha
A senhora vende os produtos da sua horta
A senhora vende os produtos da sua horta
Loja do mercado
Loja do mercado

Durante muito tempo, a praia estava cortada do campo e dos camponeses, as dunas impedindo de construir estradas. Para se vir à Tocha, é preciso tomar uma grande estrada que atravessa um grande pinhal: não existe nada entre a aldeia da Tocha e a praia com o mesmo nome. Esta acessibilidade difícil protege afinal a praia da invasão turística das praias da região Centro. Mas isto vai seguramente mudar, já se nota uma mutação, com muitas construções novas. A N109, a estrada que atravessa o país de Norte à Sul pelo litoral também fez evoluir muito os acessos à praia.

As novas construções respeitam a arquitetura dos Palheiros da Tocha
As novas construções respeitam a arquitetura dos Palheiros da Tocha
A vida deve ser agradável numa aldeia assim
A vida deve ser agradável numa aldeia assim

A aldeia da praia, cortada assim da influência do interior das terras, pode desenvolver uma cultura que lhe é própria, visível nos palheiros, de arquitetura tão característica, dominando os palheiros, olhando para o horizonte desenhado pelo mar. A praia é, como as fotos o demonstram, espectacular, com todas as infraestruturas, fazendo dela uma das melhores praias do país. A Bandeira Azul, sinal de qualidade, é-lhe atribuída todos os anos: qualidade da agua, limpeza da areia ou boas infraestruturas são alguns dos critérios para a atribuição da preciosa bandeira azul. A praia é mesmo impecável, sempre muito limpa, com acessos previstos para as pessoas em cadeira de rodas, uma biblioteca de praia ou instalações desportivas para se fazer futebol de praia, ou voleibol de praia…

Arquitetura variada, com o antigo e o recente
Arquitetura variada, com o antigo e o recente
A calçada é como é qualquer sitio em Portugal: branca e linda
A calçada é como é qualquer sitio em Portugal: branca e linda
No fundo, o imenso pinhal
No fundo, o imenso pinhal
As casas dos pescadores, em frente à praia e ao mar
As casas dos pescadores, em frente à praia e ao mar
Rua dos Palheiros da Tocha
Rua dos Palheiros da Tocha

As estruturas hoteleiras não ficam para trás, com o parque de campismo, muitos restaurantes e bares abertos até tarde. Existe também um posto de turismo, aberto durante o Verão, de 15 de Junho a 15 de Setembro.

Biblioteca de praia
Biblioteca de praia

Durante a nossa visita da praia, não fazia muito sol, como para a Praia de Mira, o que é mesmo raro, principalmente para um mês de Agosto como pode imaginar. Isto não impede os veraneantes de aproveitarem-se da praia, com raparigas de biquíni a bronzear : mesmo debaixo das nuvens, a brancura da areia reflecte intensamente a luz, há que ter cuidado na mesma com o sol! O tempo fraco também não impede os vendedores ambulantes de fazerem negócio. Mais uma boa razão para vir, para aproveitar uma praia fantástica que têm tanto para dar aqueles que procuram ao mesmo tempo a floresta e o campo, o sol, a areia, a praia, e até o aspecto cultural e histórico. Para acabar em beleza, deixo-vos com algumas fotos dos palheiros, tão diferentes mas tão característicos desta praia portuguesa 🙂

Uma casa branca
Uma casa branca
Palheiro Tinoco, um dos mais representativos da aldeia
Palheiro Tinoco, um dos mais representativos da aldeia
Muitas destas casas foram restauradas
Muitas destas casas foram restauradas
Mas estas pequenas casas de madeira resistem bem à prova do tempo
Mas estas pequenas casas de madeira resistem bem à prova do tempo
A casa é muito colorida, com a sua porta e a sua janela azuis, e as suas paredes às riscas
A casa é muito colorida, com a sua porta e a sua janela azuis, e as suas paredes às riscas
Em cima, a moradia, acessível por uma escada por fora, e em baixo fica uma garagem
Em cima, a moradia, acessível por uma escada por fora, e em baixo fica uma garagem
Os novos palheiros guardam o mesmo principio: sobe-se ao andar de cima por uma escada que fica por fora da casa
Os novos palheiros guardam o mesmo principio: sobe-se ao andar de cima por uma escada que fica por fora da casa
Mal nota-se as janelas fechadas, de madeira como as paredes
Mal nota-se as janelas fechadas, de madeira como as paredes
Alguns palheiros fazem justiça ao seu nome
Alguns palheiros fazem justiça ao seu nome
Cada um enfeita a sua casa ao seu gosto
Cada um enfeita a sua casa ao seu gosto
Casa azul, com uma porta de alumínio, e uma porta velha de madeira
Casa azul, com uma porta de alumínio, e uma porta velha de madeira

Conversa

Ler também